GUIA SUS-RIO/Zona Sul-AP 2.1

(Clique na imagem para acessar o conteúdo)

ACADEMIA CARIOCA : Pratique Saúde!

O CMS DR. ALBERT SABIN também oferece atividade física com orientação!

Vamos cuidar bem do nosso Bairro? ao sair de casa leve seu lixo e jogue no LARANJÂO.

DISQUE 136 E FALE COM A OUVIDORIA GERAL DO SUS.

02/03 – Início da Vacinação HPV para meninas de 9 a 13 anos

CEMAPS

Clique e acesse CEMAPS RIO

quarta-feira, 22 de julho de 2015

INCENTIVO À ATIVIDADE FÍSICA


Atividades físicas são importantes aliadas no cuidado com a saúde. Estudos apontam melhoria do sono, redução da pressão arterial, aumento do metabolismo e redução de peso corporal como os principais benefícios. Para estimular bons hábitos de vida, o Ministério da Saúde criou Programa Academia da Saúde, espaços ligados à Atenção Básica, com profissionais que desenvolvem e orientam atividades físicas e outras que contribuem no cuidado com a saúde. Verifique se este Programa existe no seu bairro e conheça as atividades que são ofertadas.

28 de julho Dia Mundial de Combate as Hepatites

Hepatites Virais

As hepatites virais são doenças infecciosas sistêmicas que afetam o fígado. Cinco diferentes vírus são reconhecidos como agentes etiológicos da hepatite viral humana: o vírus da hepatite A (HAV), o vírus da hepatite B (HBV), o vírus da hepatite C (HCV), o vírus da hepatite D ou Delta (HDV) e o vírus da hepatite E (HEV). Com exceção do HBV, que possui genoma DNA, todos os demais são vírus RNA.
Embora apresentando diferenças quanto ao tipo de genoma viral, estrutura molecular e classificação taxonômica, estes cinco agentes etiológicos têm o fígado como alvo primário e causam um processo necroinflamatório característico: a "hepatite". Náusea, vômitos, mal-estar, dor-de-cabeça, e perda do apetite são os sintomas mais freqüentes na fase inicial da doença. Colúria (urina escura) e acolia (fezes esbranquiçadas) antecedem a fase ictérica (pele e olhos amarelados) que, em geral, coincide com alteração das provas de função hepática.
As hepatites A e E são transmitidas pela via orofecal e causam infecções agudas benignas, que evoluem para a cura sem necessidade de tratamento específico. As hepatites B, C e D podem evoluir para a hepatite crônica, que tem como principais complicações a cirrose e o carcinoma hepatocelular.
HEPATITE A - transmissão oro-fecal, por água e alimentos contaminados ou contato pessoal com pessoas infectadas. O vírus da hepatite A tem distribuição mundial e apresenta maior disseminação em áreas onde são precárias as condições sanitárias e de higiene da população. Nestas áreas, a hepatite A apresenta-se como uma doença típica da infância. Com a melhoria das condições sócio-econômicas, os adultos jovens constituem o grupo mais susceptível à infecção.
HEPATITE B - via primária de transmissão é a parenteral, por contato com sangue e hemoderivados. É também transmitida por contato sexual e de mãe infectada para o recém nascido (durante o parto ou no período perinatal). Grupos de alto risco incluem os usuários de drogas injetáveis, homossexuais/heterossexuais com múltipos parceiros.
HEPATITE C - a forma mais comum de transmissão é a parenteral, por exposição percutânea direta ao sangue, hemoderivados ou instrumental cirúrgico contaminado. Receptores de sangue e derivados, usuários de drogas injetáveis, pacientes de hemodiálise e profissionais de sáude (vítimas de acidentes pérfuro-cortantes) apresentam alto risco de infecção pelo HCV.
HEPATITE D - O agente Delta é um vírus defectivo que precisa, para sua replicação e expressão, da função auxiliar do vírus da hepatite B. A forma de transmissão é similar à da hepatite B. A hepatite D apresenta caráter endêmico nas regiões de alta prevalência para a hepatite B, onde a transmissão se dá principalmente por vias não-parenterais (vertical ou por contato pessoal ). Nos países apresentando baixa prevalência para a hepatite B, a infecção pelo vírus Delta ocorre principalmente entre os usuários de drogas injetáveis e os hemofílicos.
HEPATITE E - a forma mais freqüente de transmissão é por ingestão de água contaminada; menor probabilidade de transmissão por contato pessoa. O vírus da hepatite E (HEV) assim como o da hepatite A, causa uma infecção benigna que não evolui para a forma crônica. Os casos mais graves são observados entre as gestantes: 20% das que contraem o HEV evoluem para a forma fulminante, fatal em 80% dos casos.
O diagnóstico laboratorial das hepatites virais inclui as provas da função hepática e a pesquisa de marcadores sorológicos específicos (antígenos e anticorpos). Testes complementares para a detecção direta do genoma viral podem ser necessários para confirmação diagnóstica, determinação do genótipo infectante ou monitoramento da resposta à terapia antiviral.
As medidas preventivas incluem o saneamento básico, as boas práticas de higiene pessoal, o uso de preservativos, o uso de agulhas e seringas descartáveis, o não compartilhamento de objetos pérfuro-cortantes (barbeadores, instrumentos de manicure/pedicure, etc). Já existem vacinas para as hepatites A e B; esta última pode ser adquirida nos postos de saúde da rede pública.
Indivíduos infectados pelo vírus da hepatite B têm 5% a 10% de risco de tornarem-se doentes crônicos. Na hepatite C, o risco é de 85%. O tratamento das hepatites B e C é feito com agentes antivirais, com 70% e 35% de sucesso, respectivamente.
Bibliografia
REID, A.E.; Dienstag, J.L. Viral Hepatitis. In: Richman, D.D. Whitley, R.J.; Hayden
F.G. (eds.) Clinical Virology. New York, Churchill Livingstone Inc., 1997.
HOUGHTON, M. Hepatitis C virus. In: Fields et al. (eds.) Virology. 3. ed.;
Philadelphia, Lippincott-Raven, 1995.


quarta-feira, 15 de julho de 2015

Reunião do grupo Rocinha sem Fronteiras‏


CICLO DE DEBATES SUBPAV 2015

Tema: "DROGAS: O DESAFIO DE LIDAR COM O MAL-ESTAR DA EXISTÊNCIA".

DATA: 15/07/2015
Horário: 13:30 às 17:00
Local: Auditório do Clube de Engenharia do Rio de Janeiro, Edifício Edison Passos, Av. Rio Branco, nº 124, 25º andar - Centro.

1- Objetivos da Sessão Temática:

  • Apresentar e discutir as diretrizes técnicas de saúde mental e o uso de drogas, no município do Rio de Janeiro.
  • Ampliar o debate sobre o uso de drogas na atualidade;
  • Debater sobre a estratégia de redução de danos na atenção primária;
  • Apresentar experiências acerca da abordagem a pessoas que usam álcool e outras drogas na atenção primária, a partir de experiências práticas.
  • Orientar e discutir sobre o pré-natal às gestantes que usam álcool e outras drogas na atenção primária, a partir de experiências práticas.
2- Resultados esperados:
  • Reflexão sobre as principais dificuldades e estratégias no atendimento a pessoas que usam álcool e drogas, na atenção primária;
  • aprimoramento do cuidado a pessoa que usam álcool e drogas, na atenção primária;
  • Sensibilização e instrumentalização para abordagem no pré-natal de gestantes usuárias álcool e drogas.


quarta-feira, 8 de julho de 2015

EXPOSIÇÃO SENTIDOS DO NASCER

A cesariana é uma cirurgia indicada quando o parto normal não é possível. Uma exceção que virou regra.

A cesariana é uma cirurgia indicada quando o parto normal não é possível. Uma exceção que, no Brasil, virou regra.
A OMS (Organização Mundial de Saúde) recomenda até 15% de cesarianas, mas no Brasil em média de 57% dos bebês nascem desta forma. Na rede privada este índice chega a 80%. A maior parte são cesarianas desnecessárias, que trazem riscos para a mãe e o bebê.
O parto no Brasil se transformou em uma experiência ruim, sofrida e violenta, mas pode ser uma vivência maravilhosa!
A exposição Sentidos do Nascer apresenta, de forma divertida e interativa, o outro lado desta história.
FUNCIONAMENTO: 7 a 26 de JULHO na PRAÇA TIRADENTES, CENTRO das 10h às 18h. 


Mais informações em: http://www.sentidosdonascer.org/


quarta-feira, 1 de julho de 2015

Ao sair de casa leve seu lixo e jogue no LARANJÃO

Os novos equipamentos oferecem opção de descarte correto do lixo 24 horas por dia, sete dias da semana. E perto de casa ninguém precisa jogar lixo nas ruas, canais e rio. O uso constante garante vias limpas, melhorando a limpeza e evitando a proliferação de vetores. Ao usar o "Laranjão", o cidadão pisa no pedal, deposita o resíduo e retira o pé para fechá-lo, sem o contato das mãos. Ainda há, como vantagem, o grande espaço para armazenar o lixo, com capacidade para 900 quilos.


O esvaziamento é realizado por um por caminhão com sistema lateral, que garante agilidade. Outro moderno caminhão realiza a lavagem periódica de cada contêiner para higienização.

quinta-feira, 11 de junho de 2015

14 DE JUNHO DIA MUNDIAL DO DOADOR DE SANGUE

Dia Nacional do Doador de Sangue serve para homenagear todas as pessoas que separam um tempo durante sua rotina para ser doador voluntário. Estas pessoas tem o seu sangue coletado para poder ajudar pacientes que precisam de transfusão de sangue. 
No Brasil existem alguns requisitos para que uma pessoa possa doar sangue. Para realizar esta atividade, é necessário ser maior de 18 anos, ter peso superior à 50kg, não estar grávida, não ter feito tatuagens recentemente, entre outros requisitos. 

quarta-feira, 10 de junho de 2015

Cerimônia de entrega do prêmio UNIDADE BÁSICA AMIGA DA AMAMENTAÇÃO - IUBAAM

Na segunda feira dia 08 de junho o CMS Dr. Albert Sabin recebeu a certificação Unidade Básica Amiga da Amamentação - IUBAAM

Todos os profissionais do CMS Dr. Albert sabin foram treinados e estão capacitados para acolher e auxiliar na prática da amamentação.

Nosso especial agradecimentos á todos os profissionais que contribuíram para o êxito dessa certificação!